segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Desmascarando o Adventismo do 7° Dia (parte 03)

III. O SÁBADO OU O DOMINGO?
É possível alguém cumprir a Lei sem guardar o sábado? A resposta a esta pergunta é dada quando estudamos a vida e o mi­nistério terreno de nosso Senhor Jesus Cristo.
O Novo Testamento ratifica o que está escrito no Antigo Tes­tamento, que, ninguém jamais foi capaz de cumprir a lei na sua plenitude. A necessidade da encarnação de Cristo se constitui numa das mais evidentes provas da incapacidade do homem em cumprir a lei divina, por isso Ele mesmo disse: "Não penseis que vim revo­gar a lei ou os profetas: não vim para revogar, vim para cumprir. Porque em verdade vos digo: Até que o céu e a terra passem, nem um i ou um til jamais passará da lei, até que tudo se cumpra" (Mt 5.17,18).
Não poucas passagens do Antigo Testamento mostram a irritação divina diante do legalismo frio e morto dos judeus, apre­sentado através dos sacrifícios e sucessivas cerimônias feitas com o propósito de satisfazer a letra da Lei. Quanto mais tempo passa­va, mais imperfeito se manifestava o homem que buscava a perfei­ção através da prática da Lei. Porém, veio Jesus Cristo, o enviado de Deus, para cumprir a Lei em nosso lugar, o que fez coroando-a pelo ato da sua morte na cruz.

3.1. Jesus Violou o Sábado
Segundo a Bíblia, Jesus teve o seu nascimento prometido se­gundo a Lei (Dt 18.15); nasceu sob a Lei (Gl 4.4); foi circuncidado segundo a Lei (Lc 2.21); foi apresentado no templo segundo a Lei (Lc 2.22); ofereceu sacrifício no templo segundo a Lei (Lc 2.24); foi odiado segundo a Lei (Jo 15.25); foi morto segundo a Lei (Jo 19.7); viveu, morreu e ressuscitou segundo a Lei (Lc 24.44,46).
Apesar de Jesus haver cumprido toda a Lei, a respeito dEle se lê: "E os judeus perseguiam a Jesus, porque fazia estas coisas no sábado. Mas Ele lhes disse: Meu pai trabalha até agora, e eu traba­lho também. Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque não somente violava o sábado, mas também dizia que Deus era seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus" (Jo 5.16-18). (ênfase minha)
Observe que assim como para os judeus era inadmissível Je­sus ser Filho de Deus enquanto violava o sábado, para o Adventismo é igualmente impossível admitir que os evangélicos sejam filhos de Deus enquanto guardam o domingo, em substi­tuição ao sábado.

3.2. A Abolição do Sábado

Acusado pelos judeus de violar o sábado, Jesus afirmou que "... o sábado foi estabelecido por causa do homem, e não o homem por causa do sábado; de sorte que o Filho do homem é Senhor também do sábado" (Mc 2.27,28).
Com estas palavras, Jesus defende o princípio moral do quar­to mandamento do Decálogo, condenando abertamente o cerimonialismo, e revela a sua autoridade divina sobre o sábado, para cumpri-lo, aboli-lo ou mudá-lo. O sentimento moral é a ne­cessidade de se descansar um dia por semana, valendo, para esse fim, qualquer deles.
Sobre esta questão, escreveu o apóstolo Paulo: "Um faz dife­rença entre dia e dia; outro julga iguais todos os dias. Cada um tenha opinião bem definida em sua própria mente. Quem distin­gue entre dia e dia, para o Senhor o faz" (Rm 14.5,6).

3.3- Por que o Domingo?
Dentre outras razões da substituição do sábado pelo domingo, como dia semanal de repouso para a Igreja, destacam-se as se­guintes:
• Cristo ressuscitou no primeiro dia da semana (Mc 16.9).
• O primeiro dia da semana foi o dia especial das manifesta­ções de Cristo ressuscitado. Manifestou-se cinco vezes no primei­ro domingo e outra vez no domingo seguinte (Lc 24.13,33-36; Jo 20.13-19,26).
• O Espírito Santo foi derramado no dia de Pentecostes, um dia de domingo (Lv 23.15,16,21; At 2.1-4).
• Os cristãos dos tempos apostólicos costumavam reunir-se aos domingos para celebrar a Santa Ceia do Senhor, pregar, e se­parar suas ofertas para o Senhor (At 20.7; 1 Co 16.1,2).
Ainda sobre o domingo como dia de festa semanal da Igreja, veja o que escreveram os seguintes Pais da Igreja:
• Barnabé: "De maneira que nós observamos o domingo com regozijo, o dia em que Jesus ressuscitou dos mortos".
• Justino Mártir: "Mas o domingo é o dia em que todos te­mos nossa reunião comum, porque é o primeiro dia da semana, e Jesus Cristo, nosso Salvador, neste mesmo dia ressuscitou da mor­te".
• Inácio: "Todo aquele que ama a Cristo, celebra o Dia do Senhor, consagrado à ressurreição de Cristo como o principal de todos os dias, não guardando os sábados, mas vivendo de acordo com o Dia do Senhor, no qual nossa vida se levantou outra vez por meio dele e de sua morte. Que todo amigo de Cristo guarde o dia do Senhor!"
• Dionísio de Corinto: "Hoje observamos o dia santo do Se­nhor, em que lemos sua carta".
• Vitorino: "No Dia do Senhor acudimos para tomar nosso pão com ações de graça, para que não se creia que observamos o sábado com os judeus, o qual Cristo mesmo, o Senhor do sábado, aboliu em seu corpo".
Escreve o apóstolo Paulo: "Ninguém, pois, vos julgue por causa de comida e bebida, ou dia de festa, ou lua nova, ou sábados, por­que tudo isso tem sido sombra das coisas que haviam de vir; porém o corpo é de Cristo. Ninguém se faça árbitro contra vós ou­tros, pretextando humildade e culto dos anjos, baseando-se em visões, enfatuado sem motivo algum na sua mente carnal, e não retendo a Cabeça, da qual todo corpo, suprido e bem vinculado por suas juntas e ligamentos, cresce o crescimento que procede de Deus" (Cl 2.16-19).

DE OLIVEIRA, Raimundo. Seitas e Heresias: Um Sinal do Fim dos Tempos. Rio de Janeiro: CPAD, 2002.

14 comentários:

Kim Almeida disse...

Fico abismado com tamanha falácia e como o Cacp vem escravizando aqueles que pouco abrem suas bíblias para analisar se o que lhe é apresentado é bíblico ou não, chego a ficar com vergonha dos que se dizem pastores de ovelhas. Bem, vamos lá, vamos expor o que diz as escrituras, se bem sei que não deixarão minha postagem ir para aprovação!

Kim Almeida disse...

JESUS "VIOLOU" O SABADO ?

O termo "violar" possui diversos significados, cada um em seu contexto. Vejamos:

Sentido de libertar, desamarrar, livrar alguem preso:

Joã 5:18 "Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque não somente "violava" (λυω luo) o sábado..."

Strong G3089 - Violar λυω luo

1) libertar alguém ou algo preso ou atado

1a) bandagens para os pés, sapatos

1b) de um marido ou esposa unidos pelos laços do matrimônio

1c) de um homem solteiro, tenha sido casado ou não

2) soltar alguém amarrado, i.e., desamarrar, livrar de laços, tornar livre

2a) de alguém amarrado (envolvido em bandagens)

2b) amarrado com cadeias (um prisioneiro), tirar da prisão, deixar ir.

2 - Sentido de tornar impuro e ou/profanar:

Mat 12:5 "Ou não lestes na Lei que, aos sábados, os sacerdotes no templo "violam" o sábado..."

Strong G953 - Violar βεβηλοω (bebeloo)

de G952; TDNT - 1:605,104; v


Certamente tu nao leu e não conhece o contexto de Joao 5, assim sendo, devo voltar alguns versículos para poder colocar em contexto o termo "violar":

João 5:2 Ora, existe ali, junto à Porta das Ovelhas, um tanque, chamado em hebraico Betesda, o qual tem cinco pavilhões. 3 Nestes, jazia uma multidão de enfermos, cegos, coxos, paralíticos 4 esperando que se movesse a água. Porquanto um anjo descia em certo tempo, agitando-a; e o primeiro que entrava no tanque, uma vez agitada a água, "sarava de qualquer doença que tivesse."

Todos sabemos do tanque de Betesda, conhecida pelo fato do anjo vir e balançar a água, sendo que o primeiro que entrasse seria "liberto", palavra bem representada pelo termo "violar" (λυω luo) da strong acima citada.

Vendo Jesus que o homem estava preso à sua deficiencia (ver 5), teve dele misericordia e o libertou da enfermidade.

Até esse ponto todos concodam, pois Jesus ali se anunciou ser a verdadeira água da vida, a água que cura fisica e espiritualmente como veremos depois. Mas afinal, eles buscavam matar Jesus por "violar" o sábado ou o motivo seria outro ? Uma analise no verso e logo em seguida no contexto, nos mostrará que o sábado era pretexto:

Joã 5:10 Por isso, disseram os judeus ao que fora curado: Hoje é sábado, e não te é lícito "carregar" o leito.

Kim Almeida disse...

Percebam que a primeira acusação foi dirigida ao coxo que "carregava" a sua cama no sábado, mas após saberem que se tratava de Jesus, passaram a procurar motivos diferentes para acusarem e matarem a Cristo:

Joã 5:15 O homem retirou-se e disse aos judeus que fora Jesus quem o havia curado.

Perceberam ? Ao coxo nada foi feito, muito menos acusação de violação e tentativa de mata-lo como transgressor do sabado ?Mas perceba a mudança de comportamento ao saberem que era Jesus o que curou no sábado (antes nao dito nenhuma palavra contra quem o curou):

Verso 15: O homem retirou-se e disse aos judeus que fora Jesus quem o havia curado.

Verso 16: E os judeus perseguiam Jesus, porque fazia estas coisas no sábado.

Agora eu quero chamar a atenção para o versículo usado pelo Jean, pois lá traz dois pontos diferentes de acusações:

Joã 5:18 "Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque não somente violava o sábado"

A strong aqui utilizada é a G3089 - Violar λυω luo, fanzendo apontamento ao fato do coxo se encontrar preso a uma enfermidade. Não somente neste versiculo, mas tambem temos outros na bíblia, onde uma enfermidade é comparada à prisão:

Luc_13:16 Por que motivo não se devia livrar (G3089

λυω luo) deste cativeiro, em dia de sábado, esta filha de Abraão, a quem Satanás trazia presa há dezoito anos?

Percebeu ? a mesma strong para violar é utilizada no sentido de livrar ?

Ao primeiro momento, podemos achar que livrar o coxo no sábado profanaria o 4º mandamento, mas isso não é verdade, tanto que em outro contexto, Jesus cura no sábado, dentro da sinagoga e ninguem se manifesta para acusar e matar:

Mat 12:10 Achava-se ali um homem que tinha uma das mãos ressequida; e eles, então, com o intuito de acusá-lo, perguntaram a Jesus: É lícito curar no sábado? 11 Ao que lhes respondeu: Qual dentre vós será o homem que, tendo uma ovelha, e, num sábado, esta cair numa cova, não fará todo o esforço, tirando-a dali? 12 Ora, quanto mais vale um homem que uma ovelha? Logo, é lícito, nos sábados, fazer o bem. 13 Então, disse ao homem: Estende a mão. Estendeu-a, e ela ficou sã como a outra.

Eu quero expor este texto em especial, pois aqui Jesus interroga sobre a licitude do sábado e o ato de misericordia, mas nenhum fariseu se manifestou em reprovação:

Luc 14:3 Então, Jesus, dirigindo-se aos intérpretes da Lei e aos fariseus, perguntou-lhes: É ou não é lícito curar no sábado?

Luc 14:4 Eles, porém, nada disseram. E, tomando-o, o curou e o despediu.

Jesus curou e não houve acusações, logo isso mostra que a cura no sábado era pretexto, mas outra coisa era motivo de acusar:

Joao 5:18 segunda parte:

"mas também dizia que Deus era seu próprio Pai, "fazendo-se igual a Deus"."

Kim Almeida disse...

"Fazendo-se igual a Deus" ! Certamente o autor deste blog nada sabe sobre essa frase, por isso ele se apegou a um texto isolado, mas tudo bem, vamos expor o porque da acusação de que Jesus queria ser semelhante a Deus e como isso resultou na tentativa de morte em Joao 5 ?

Joã 5:14 Mais tarde, Jesus o encontrou no templo e lhe disse:

"Olha que já estás curado; não peques mais"..."

A água do tanque curava fisicamente, mas Jesus, a verdadeira água da vida (Joao_4:7-14), dele emana a salvação. O coxo entendeu isso, então em gratidão, foi ao templo adorar.

Joao 8:14 "...não peques mais...", é claro, Jesus não havia somente curado fisicamente o coxo, Jesus havia lhe curado espiritualmente, perdoado os seus pecados. Diversos os textos que mostram que Jesus tinha por interesse a libertação espiritual:

Mat_9:2 E eis que lhe trouxeram um paralítico deitado num leito. Vendo-lhes a fé, Jesus disse ao paralítico: Tem bom ânimo, filho; estão perdoados os teus pecados.

Mat_9:5 Pois qual é mais fácil? Dizer: Estão perdoados os teus pecados, ou dizer: Levanta-te e anda?

Mar_2:5 Vendo-lhes a fé, Jesus disse ao paralítico: Filho, os teus pecados estão perdoados.

Mar_2:9 Qual é mais fácil? Dizer ao paralítico: Estão perdoados os teus pecados, ou dizer: Levanta-te, toma o teu leito e anda?

Luc_5:20 Vendo-lhes a fé, Jesus disse ao paralítico: Homem, estão perdoados os teus pecados.

Luc_5:23 Qual é mais fácil, dizer: Estão perdoados os teus pecados ou: Levanta-te e anda?

Luc_6:37 Não julgueis e não sereis julgados; não condeneis e não sereis condenados; perdoai e sereis perdoados;

Luc_7:47 Por isso, te digo: perdoados lhe são os seus muitos pecados, porque ela muito amou; mas aquele a quem pouco se perdoa, pouco ama.

Luc_7:48 Então, disse à mulher: Perdoados são os teus pecados.


Joã_20:23 Se de alguns perdoardes os pecados, são-lhes perdoados; se lhos retiverdes, são retidos.

Tgo_5:15 E a oração da fé salvará o enfermo, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados.

Kim Almeida disse...

1Jo_2:12 Filhinhos, eu vos escrevo, porque os vossos pecados são perdoados, por causa do seu nome.

Jesus lhe perdoou os pecados, e o coxo contou aos fariseus que por "ESSE MOTIVO" buscavam matar a Jesus, pois para eles, "SOMENTE DEUS PODE PERDOAR PECADOS". Blasfêmia era motivo para condenação de morte, e vou provar isso!

Mar 14:62 Jesus respondeu: Eu sou, e vereis o Filho do Homem assentado à direita do Todo-Poderoso e vindo com as nuvens do céu. 3 Então, o sumo sacerdote rasgou as suas vestes e disse: Que mais necessidade temos de testemunhas?

4 Ouvistes a blasfêmia; que vos parece? E todos o julgaram réu de morte.

Joã 10:32 Disse-lhes Jesus: Tenho-vos mostrado muitas obras boas da parte do Pai; por qual delas me apedrejais? 33 Responderam-lhe os judeus: Não é por obra boa que te apedrejamos, e sim por causa da blasfêmia, pois, sendo tu homem, te fazes Deus a ti mesmo.

OS FARISEUS ACUSARAM JESUS POR PERDOAR PECADOS, E ISSO SE REPETE ASSIM COMO EM JOAO 5:

Mar 2:5 Vendo-lhes a fé, Jesus disse ao paralítico: Filho, os teus pecados estão perdoados.

Mar 2:6 Mas alguns dos escribas estavam assentados ali e arrazoavam em seu coração:

Mar 2:7 Por que fala ele deste modo? Isto é blasfêmia! Quem pode perdoar pecados, senão um, que é Deus?

Mar 2:8 E Jesus, percebendo logo por seu espírito que eles assim arrazoavam, disse-lhes: Por que arrazoais sobre estas coisas em vosso coração?

Mar 2:9 Qual é mais fácil? Dizer ao paralítico: Estão perdoados os teus pecados, ou dizer: Levanta-te, toma o teu leito e anda?

Mar 2:10 Ora, para que saibais que o Filho do Homem tem sobre a terra autoridade para perdoar pecados

Entenderam ? A questão não foi a cura no sábado, isso foi pretexto, pois os fariseus realizavam atos de importância pessoal no sábado por ganancia, mas a questão foi Jesus perdoar pecados, algo inaceitável para eles.

Outro ponto que eu gostaria de deixar claroa e que o Jean não conhece na bíblia, é o fato de que os Fariseus não tinham como meta proteger a lei, mas matar a Jesus e a qualquer um que pregasse Ele como Messias. Vamos aos exemplos na bíblia ? Veja:

1º exemplo: A mulher adultera que foi levada até Jesus para que, segundo a lei (dada por Moises), deveria ser condenada de morte:

Joã 8:4 disseram a Jesus: Mestre, esta mulher foi apanhada em flagrante adultério. 5 E na lei nos mandou Moisés que tais mulheres sejam apedrejadas; tu, pois, que dizes?

Obs.: Primeiro ponto interessante era que eles (fariseus) violaram a lei de Moises para que Jesus fosse provado e fracassasse. Olha só:

1 - Joã 8:6 Isto diziam eles tentando-o, para terem de que o acusar.

Os fariseus sabiam que se Jesus condenasse a mulher, violaria a lei de Moises, pois a lei diz:

(lei) Punições para a Imoralidade Sexual

Lev 20:10 Se um homem adulterar com uma mulher do seu próximo, será morto o adúltero e um adúltera.

A lei ordenava a punição dos dois que cometessem o adulterio, mas de forma injusta e maliciosa, eles levaram apenas a mulher (o que me garante que a mulher realmente cometeu adultério?), mas onde estava o homem adúltero que exige a lei, assim como exige a adúltera ?

Kim Almeida disse...

Violara a lei para acusar Jesus de violador!

Exemplo 2:

Paulo é apedrejado por pregar Jesus, mas os sacerdotes que queriam oferecer sacrificios a Paulo e barnabé como sendo deuses (mitologia romana) não foram acusados de blasfemia e apedrejados juntos:

Ats 14:11 Quando as multidões viram o que Paulo fizera, gritaram em língua licaônica, dizendo: Os deuses, em forma de homens, baixaram até nós.

Ats 14:12 A Barnabé chamavam Júpiter, e a Paulo, Mercúrio, porque era este o principal portador da palavra.

Ats 14:13 O sacerdote de Júpiter, cujo templo estava em frente da cidade, trazendo para junto das portas touros e grinaldas, queria sacrificar juntamente com as multidões. 4 Porém, ouvindo isto, os apóstolos Barnabé e Paulo, rasgando as suas vestes, saltaram para o meio da multidão, clamando:15 Senhores, por que fazeis isto? Nós também somos homens como vós, sujeitos aos mesmos sentimentos, e vos anunciamos o evangelho para que destas coisas vãs vos convertais ao Deus vivo, que fez o céu, a terra, o mar e tudo o que há neles; 16 o qual, nas gerações passadas, permitiu que todos os povos andassem nos seus próprios caminhos; 17 contudo, não se deixou ficar sem testemunho de si mesmo, fazendo o bem, dando-vos do céu chuvas e estações frutíferas, enchendo o vosso coração de fartura e de alegria. 18 Dizendo isto, foi ainda com dificuldade que impediram as multidões de lhes oferecerem sacrifícios.


Ats 14:19 Sobrevieram, porém, judeus de Antioquia e Icônio e, instigando as multidões e apedrejando a Paulo, arrastaram-no para fora da cidade, dando-o por morto.

E os sacerdotes ? porque nao acusaram de blasfemia como diz a lei e os apedrejaram ?

Isso simplesmente coloca fim no argumento do Jean, pois Jesus não profanou o sábado, mas fez o que pede Deus:

Isa 56:2 Bem-aventurado o homem que faz isto, e o filho do homem que nisto se firma, que se guarda de profanar o sábado e guarda a sua mão de cometer algum mal.

Isa_58:13 Se desviares o pé de profanar o sábado e de cuidar dos teus próprios interesses no meu santo dia; se chamares ao sábado deleitoso e santo dia do SENHOR, digno de honra, e o honrares não seguindo os teus caminhos, não pretendendo fazer a tua própria vontade, nem falando palavras vãs.

Jesus confirma estar em harmonia com Deus ao fazer a obra de salvação no sábado:

Joã_5:17 Mas ele lhes disse: Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também.

Jesus estava trabalhando o plano de salvação, pois perdoou os pecados do coxo e o trouxe de volta aos braços de Deus:

Joã 5:14 Mais tarde, Jesus o encontrou no templo e lhe disse: Olha que já estás curado; não peques mais, para que não te suceda coisa pior.

O que o coxo fazia no templo (lugar de adoração) ? Simples, ele estava agradecendo a Deus, o adorando devido ao espírito de gratidão por ter sido curado e perdoado os pecados.

Sem mais comentários, aqui está provado que Jesus não "violou" (profanou tornando impuro com atitudes pecaminosas), mas "violou" (libertou) nesse dia, obra que para Deus é justa, santa e boa!

Kim Almeida disse...

JESUS VIOLOU E ENSINA QUE O SÁBADO PODE SER VIOLADO ? SERÁ O QUE O TEXTO DE MATEUS 12 ENSINA REALMENTE ISSO? ESTARIA JESUS VIOLANDO A LEI OU MAIS UM USO DESTORCIDO DA BIBLIA?

Mateus 12:5

BÍBLIA KING JAMES

Ou não lestes na Lei que, aos sábados, os sacerdotes no templo “violam o sábado” e, contudo, são “desculpados” ?

JOÃO FERREIRA DE ALMEIDA ATUALIZADA

Ou não lestes na lei que, aos sábados, os sacerdotes no templo “violam o sábado”, e “ficam sem culpa”?

KING JAMES

Or have ye not read in the law, how that on the sabbath days the priests in the temple “profane the sabbath, and are blameless”?

ENTÃO, JESUS ENSINOU A VIOLAR O SÁBADO COMO AFIRMOU NOSSO IRMÃO? ESSA QUESTÃO NOS FORÇA A FAZER UMA VIAGEM NO TEMPO E ANALIZAR QUAIS OS SERVIÇOS SACERDOTAIS ERAM REALIZADOS NO SÁBADO, QUAIS OS BENEFÍCIOS PARA A “HUMANIDADE” E O QUE ISSO IMPLICA AQUI NO TEXTO DENTRO DO SEU CONTEXTO.

OS SERVIÇOS SACERDOTAIS, OU SEJA, O SISTEMA SACRIFICAL ERA REALIZADO CONSTANTEMENTE A CADA DIA PELO SACERDOTE E INCLUSIVE NO PRÓPRIO SÁBADO (POR ISSO JESUS CITA A OBRA DO SACERDOTE NESSE DIA):

(Exodo 29:38 ao 46 ) Chamado “Tamid olah”, que signidica (tamid = diário ou de contínuo; olah = a subir) sacrifício diário ou continuo era realizado com duas ovelhas, uma de manhã e outra à tarde. Apesar de serem dois, era considerado como sacrifício único, pois elas queimavam continuamente.

Números 28:9,10

No dia do sábado, oferecereis dois cordeiros de um ano, perfeitos, juntamente com dois quilos de flor de farinha misturada com o melhor azeite, como oferta de cereais, e também uma oferta de libação, que é o vinho derramado.

Levítico 24:8

A cada dia de “shabbãth”, “sábado, os pães serão colocados”, permanentemente, diante do SENHOR, em nome de todos os israelitas, como aliança perpétua;

João 7:19-23

Por causa de Moisés vos haver dado a circuncisão, “vós circuncidais um homem no sábado”.

Em Levit 6:9 – 13, Se repete o mesmo sacrifício. A ênfase é que sempre estivesse queimando uma oferta. Ficava reservada uma quarta parte do altar para que ficasse queimando continuamente esta oferta independente do dia (inclusive o sábado santo, o sétimo dia). Oferta esta que era oferecida diariamente no santuário por ordem de Deus, pois se tratava de uma “ALIANÇA PERPÉTUA FEITA POR DEUS PARA O BEM DE SEU POVO.”

ATRAVÉS DO SISTEMA SACRIFICAL, O POVO TINHA SEU PECADO DELIBERADO (CONSCIENTE) PERDOADO, POIS HAVIA UM SACRIFICIO PROPRIO PARA ISSO (POIS O POVO AINDA SE MANTINHA EM CONSTANTE DESOBEDIENCIA DEVIDO A CULTURA PAGÃ EGÍPCIA LEVIT 18):

Levíticos 6:2 ao 7, Narra de forma clara que para os pecados conscientes, havia um sacrifício específico.

Kim Almeida disse...

Numeros 15 Faz um resumo dos pecados, demonstrando a importância:

Vers. 22 – Aqui se refere a pecados em geral. A palavra “shagag” (cumprir) significa sair fora, se perder, errar, significa pecar conscientemente ou inconscientemente. É similar a hamartia, como uma flecha que erra o alvo. Isso é quando você se desvia do que deveria ter feito.

Vers. 30 – Aqui fala do pecado consciente. A palavra “beyad ramah” significa “com as mãos levantadas” e é traduzida por: deliberadamente, atrevidamente, afrontosamente, em rebelião, com o punho erguido. Uma pessoa que não quer se arrepender, não reconhece sua ofensa e estado pecaminoso.

ENTÃO PERCEBEMOS QUE O SANTUARIO E SUA FINALIDADE, ERAM ALGO MUITO BOM PARA O HOMEM (GENTIOS E JUDEUS SEGUNDO GENESIS 17 E EXODO 12:16-48), POIS FAZIA E FAZ PARTE DO PLANO DE SALVAÇÃO (HEBREUS 8 E 9).

NOSSO IRMAO USA A EXPRESSAO bebéloó (βεβηλόω = o profano - que define violar ou violação), para a parte que mais lhe convém, mas esqueceu de analisar o texto e ver detalhes importantíssimos como:

1- Quem faz a acusação de fazer o que não é permitido aos sábados (por implicância = ) sempre foram os fariseus, mas sempre errados:

Mat 12: 2 E os fariseus, vendo isto, disseram-lhe: “Eis que os teus discípulos fazem o que não é “lícito” fazer num sábado”.

Mateus 12:10 (um ato de misericórdia);

Lucas 6:3-11 (mesma cena por você citada, e o que era acusado com lícito era ato de misericórdia);

Lucas 13:14 (Ato de misericórdia);

Joao 5:3-47 (Jesus realiza uma cura física e espiritual perdoando os pecados do aleijado, por isso os fariseus o acusavam de violar a lei, ou seja, de blasfêmia, sendo Deus o único que poderia fazer essas coisas, mas Cristo usa a lei e profetas para se defender);

Joao 7:19-23 (Jesus prova que o que a lei permite, não viola o que é santo);

1 Samuel 21:6 (Jesus mostra que Deus usou de misericórdia com Davi);

Mateus 12:2-5 (Jesus mostra de misericórdia para com seus discípulos, pois estes estavam com fome).

A expressão bebéloó (βεβηλόω = o profano) a qual Jesus usa, deve ser entendido no verdadeiro sentido do contexto, onde narra a forma que Davi entrou no templo e comeu dos pães consagrados:

Cognate: 953 bebēlóō (from 952 /bébēlos) “PROPERLY, TO CROSS OVER IMPROPERLY – LITERALLY, WALKING PAST A THRESHOLD WITHOUT PROPER AUTHORIZATION. THIS IS ILLUSTRATED BY A PERSON ENTERING A SACRED TEMPLE WHO IS UNAUTHORIZED OR UNFIT”.

Cognato: 953 bebēlóō (de 952 / bébēlos) “CORRETAMENTE, PARA ATRAVESSAR INDEVIDAMENTE - LITERALMENTE, PASSANDO POR UM LIMIAR SEM A DEVIDA AUTORIZAÇÃO. ISTO É ILUSTRADO POR UMA PESSOA ENTRAR EM UM TEMPLO SAGRADO QUE É NÃO AUTORIZADA OU IMPRÓPRIA.”

Mateus 12:3

Mas Jesus lhes respondeu: “Não lestes o que fez Davi quando ele e seus companheiros estavam com fome?

Lucas 6:3

Então Jesus os questionou: “Nem ao menos tendes lido o que fez Davi, quando teve fome, ele e os seus companheiros?

Mateus 12:4

Como entrou na casa de Deus, e comeram os pães da Presença, os quais a lei não lhes permitia comer, nem a ele nem aos que com ele estavam, mas exclusivamente aos sacerdotes?

Lucas 6:4

Pois ele entrou na casa de Deus e, tomando os pães da Presença, alimentou-se do que apenas aos sacerdotes era permitido comer, e os entregou de igual modo aos seus amigos”.

Levítico 24:5

Tomarás flor de farinha e cozerás doze pães, usando o equivalente a dois jarros para cada pão.

1 Samuel 22:10

“AIMELEQUE CONSULTOU O SENHOR EM FAVOR DELE E LHE DEU MANTIMENTO; E TAMBÉM LHE ENTREGOU A ESPADA DE GOLIAS, O FILISTEU.”

NÃO CONSULTOU JESUS EM FAVOR DOS DISCIPULOS QUANDO ELES SENTIRAM A MESMA FOME DE DAVI? BAEANDO-SE NO CONTEXTO, VEREMOS AGORA QUAL MELHOR CONCORDANCIA PARA A SITUACAO DE MATEUS 12:5

VOCE USOU A SEU FAVOR:

Strong's Concordance

bebéloó: to profane

Original Word: βεβηλόω

Part of Speech: Verb

Transliteration: bebéloó

Phonetic Spelling: (beb-ay-lo'-o)

Short Definition: I profane

Definition: I profane, pollute, violate.

Kim Almeida disse...

HELPS Word-studies

Cognate: 953 bebēlóō (from 952 /bébēlos) – properly, to cross over improperly – literally, walking past a threshold without proper authorization. This is illustrated by a person entering a sacred temple who is unauthorized or unfit.

Concordância

bebéloó : profanar

Palavra Original: βεβηλόω 953

Parte da fala : Verbo

Transliteração : bebéloó

Ortografia fonética : (BEB -ay - lo' - o)

Definição sucinta: I profanar

Definição : Eu profano, poluem , violar.

AJUDA boca- de estudos

Cognato : “953 bebēlóō (de 952 / bébēlos )” - corretamente, para atravessar indevidamente - literalmente , passando por um limiar sem a devida autorização . Isto é ilustrado por uma pessoa entrar em um templo sagrado que é não autorizada ou imprópria .

=============================================================================

ANALISANDO O EXEMPLO QUE JESUS CITA SOBRE A FORMA QUE DAVI ENTRA NO TEMPLO SEM AUTORIZAÇÃO E COME DO PÃO SAGRADO, A PALAVRA GREGA QUE SE ENCAIXA PERFEITAMENTE NO CONTEXTO É:

Concordance

bebélos: permitted to be trodden, by impl. unhallowed

Original Word: “βέβηλος 952 bébēlos”, ον

Part of Speech: Adjective

Transliteration: bebélos

Phonetic Spelling: (beb'-ay-los)

Short Definition: profane, secular, unspiritual, godless, worldly

Definition: permitted to be trodden, accessible.

HELPS Word-studies

952 bébēlos (an adjective, derived from bainō, "go" and bēlos, "a threshold to enter a building") – properly, improper, unauthorized entry – literally, "crossing a threshold" which profanes because of improper entrance.

952 /bébēlos ("profane because of improper entrance") refers to people unfit to access (know) God, because they approach Him apartfrom faith. See also 949 (bébaios).

Concordância

bebélos : permitida a ser trilhado , por impl . profano

Palavra Original: “βέβηλος 952 bébēlos”, , ον

Parte da fala : Adjective

Transliteração : bebélos

Ortografia fonética : ( beb' -ay - los)

Definição sucinta: profano, secular , não espiritual , godless , mundano

Definição: permitida a ser trilhado , acessível .

AJUDA boca- de estudos

952 bébēlos ( um adjetivo , derivado de Baino , " ir" e Belos ", um limiar para entrar em um edifício " ) - corretamente, impróprio, a entrada não autorizada - literalmente, " cruzando um limiar ", que profana por causa da entrada inadequada .

952 / bébēlos ( " profano por causa da entrada imprópria" ) refere-se a pessoas incapacitadas para o acesso a Deus, porque eles se aproximam Dele pela fé.

=============================================================================

1 – JESUS NÃO VIOLAVA AS LEIS E NEM O SÁBADO, JESUS CONFIRMAVA A LEI E O SABADO:

JESUS SEMPRE OBSERVOU OS MANDAMENTOS DO SEU PAI (Joao 14:14-15 e 21, Joao 15:10), E MESMO SENDO JUSTO PERANTE A LEI, O INTUITO DOS JUDEUS SEMPRE FORAM ACUSAR INJUSTAMENTE O MESSIAS ATRAVÉS DA LEI DE MOISES:

Ensina que o sábado foi feito por causa do homem e não o Homem por causa do sábado(Marcos 2:27)

Ensina que o dia do Senhor é o sábado quando diz que ele mesmo é o Senhor do sábado(Marcos 2:28)

Ele fez todas essas afirmações quando foi acusado pelos seus oponentes de estar violando o sábado e isso prova que as acusações não eram corretas pois Jesus é que está certo em afirmar que era seus opoentes é que não observam a lei que Moisés os deu ( João 7:19)

Não podemos dar razão aos acusadores de Jesus quando na verdade era eles que violavam a lei não observando como Jesus mesmo disse.

Os escritos de Moisés ( a lei) se harmonizava com as palavras de Cristo e se os oponentes de Jesus acreditassem de forma correta nos escritos de Moisés teriam acredito em Jesus e não o acusaria de coisas que não são verdades.

Kim Almeida disse...

João 5:46 Pois se crêsseis em Moisés, creríeis em mim; porque de mim ele escreveu.

47 Mas, se não credes nos escritos, como crereis nas minhas palavras?

Não dá para dizer que Jesus não ensinou a favor do sábado quando ele citou as escrituras que os seus oponentes não acreditava para se defender da acusação de violação Do sábado.

Ele não violou o sábado e ensinou o jeito correto de observa-lo quando se defendeu de acusações injustas e equivocadas dos seus acusadores.

Quem não observou a lei de Moisés segundo Jesus foram seus oponentes e os oponentes de Jesus se equivocaram em acusar Jesus de não observar a mesma lei que eles não observam.

Jesus mesmo disse que guardou todos os mandamentos do Pai segundo João 15:10 eu acredito em Jesus.

Acho que não temos que prolongar uma discussão para dar razão a acusações falsas dos fariseus quando Jesus cita as escrituras para dizer que eles estão equivocados.

É impossível alguém usar a mesma lei que violou para se defender de sua violação!

Mas para negar a validade da santificação do sétimo dia que é santo desde que Deus santificou infelizmente tá valendo até criar situações impossíveis, ATÉ IR CONTRA OS ENSINOS DO MESTRE E CHAMÁ-LO DE MENTIROSO:

Ensina que o sábado foi feito por causa do homem e não o Homem por causa do sábado(Marcos 2:27)

Ensina que o dia do Senhor é o sábado quando diz que ele mesmo é o Senhor do sábado(Marcos 2:28)

Ele fez todas essas afirmações quando foi acusado pelos seus oponentes de estar violando o sábado e isso prova que as acusações não eram corretas pois Jesus é que está certo em afirmar que era seus opoentes é que não observam a lei que Moisés os deu ( João 7:19)

Não podemos dar razão aos acusadores de Jesus quando na verdade era eles que violavam a lei não observando como Jesus mesmo disse..

Os escritos de Moisés ( a lei) se harmonizava com as palavras de Cristo e se os oponentes de Jesus acreditassem de forma correta nos escritos de Moisés teriam acredito em Jesus e não o acusaria de coisas que não são verdades...

João 5:46 Pois se crêsseis em Moisés, creríeis em mim; porque de mim ele escreveu

47 Mas, se não credes nos escritos, como crereis nas minhas palavras?

Kim Almeida disse...

Não dá para dizer que Jesus não ensinou a favor do sábado quando ele citou as escrituras que os seus oponentes não acreditava para se defender da acusação de violação Do sábado.

Ele não violou o sábado, mas ensinou o jeito correto de observa-lo quando se defendeu de acusações injustas e equivocadas dos seus acusadores.

Quem não observou a lei de Moisés segundo Jesus foram seus oponentes e os oponentes de Jesus se equivocaram em acusar Jesus de não observar a mesma lei que eles não observam.

Jesus mesmo disse que guardou todos os mandamentos do Pai segundo João 15:10 eu acredito em Jesus.

Acho que não temos que prolongar uma discussão para dar razão a acusações falsas dos fariseus quando Jesus cita as escrituras para dizer que eles estão equivocados.

É impossível alguém usar a mesma lei que violou para se defender de sua acusação!

Mas para negar a validade da santificação do sétimo dia que é santo desde que Deus santificou infelizmente tá valendo até criar situações impossíveis...Mesmo que isso signifique chamar Jesus de mentiroso:

“Não cuideis que vim dar fim à lei e aos profetas, não vim dar fim, mas dar seu verdadeiro sentido...ATÉ QUE PASSE OS CÉUS E A TERRA, nenhum “j” ou “til” será tirado da lei...” Mateus 5:17-19

Kim Almeida disse...

Isaías 65:17

Em verdade, eis que criarei novos céus e uma nova terra; e todos os eventos passados não serão mais lembrados. Jamais virão à mente!

Isaías 66:22

“Assim como os novos céus e a nova terra que vou criar serão permanentes diante da minha pessoa”, afirma Yahweh, “Do mesmo modo serão perenes os vossos descendentes e o vosso nome!

Romanos 8:21

na esperança de que também a própria natureza criada será libertada do cativeiro da degeneração em que se encontra, recebendo a gloriosa liberdade outorgada aos filhos de Deus.

2 Pedro 3:10

Entretanto, o Dia do Senhor virá como ladrão, no qual os céus desaparecerão ao som de um terrível estrondo, e os elementos se desintegrarão pela ação do calor. A terra e toda obra nela existente serão expostas ao fogo.

2 Pedro 3:13

Todavia, confiados em sua Promessa, esperamos novos céus e nova terra onde habita a justiça. O cristão e o Dia do Senhor

Apocalipse 6:14

E, assim, o céu foi recolhido como um pergaminho quando se enrola. Então, todas as montanhas e ilhas foram removidas de seus lugares.

Apocalipse 20:11

Em seguida, observei um grande trono branco e o que estava assentado sobre ele, a terra e o céu fugiram da sua presença e não foi achado lugar para eles.

Kim Almeida disse...

PARA FINALIZAR ESSE TEU ARGUMENTO DESCONTEXTUALIZADO, DEVO DIZER QUE O SANTUARIO É A PROPRIA REPRESENTAÇÃO DA VINDA DE CRISTO PARA NOS PRESENTEAR COM A SUA INFINITA GRAÇA, POIS O SANTUARIO APONTA PARA O SEU SACRIFICIO POR NÓS, POR ISSO JESUS COM AUTORIDADE AFIRMA QUE NÃO HOUVE VIOLAÇÃO, MAS UMA IMPLICAÇÃO DOS FARISEUS POR PURA INVEJA:

English Revised

“Or have ye not read in the law, how that on the sabbath day the priests in the temple “profane the sabbath, and are guiltless”?

Mateus 12:6

Pois “EU” vos afirmo que aqui está quem é maior do que o templo (SANTUÁRIO).

AGORA MEU AMIGO, ASSIM COMO JESUS USOU O DESCONHECIMENTO DE SEUS ACUSADORES CONTRA ELES MESMOS AO SER IRÔNICO EM PERGUNTAR “SE ELES LERAM NA LEI COMO O SACERDOTE VIOLAVA O SÁBADO”, SENDO IMPOSSÍVEL ALGO PERMITIDO POR LEI E POR DEUS SER CAPAZ DE PROFANAR ALGO SANTIFICADO POR DEUS”, EU QUERO QUE VOCE ME MOSTRE NA BÍBLIA ONDE A LEI MANDA PROFANAR O SÁBADO!

Kim Almeida disse...

Já foi pro saco o argumento de Jesus ter violado a lei e consequentemente pecado (1 Joao 3:4 e Isaías 59:2).


Lembrando que Deus disse:

1 João: 5. 3. Porque este é o amor de Deus, que guardemos os seus mandamentos; e os seus mandamentos não são pesados.


Lembrando também ao Cacp e suas desonestidades para com aqueles irmãos sinceros, mas frágeis na fe e conhecimento, que este engana ao omitir que Deus sempre pediu a guarda da lei por completo, nunca pela metade, o que confirma que a lei poderia ser obedecia da pelo homem!


Eclesiastes: 12. 13. Este é o fim do discurso; tudo já foi ouvido: Teme a Deus, e guarda os seus "mandamentos"; porque isto é todo o dever do homem.


A palavra é "MITSVAH", referente aos mandamentos de Deus dado ao homem até ali, sendo Adam (homem), referente a humanidade !